Lei Seca em Minas Gerais chega às cidades pequenas como Januária, Várzea da Palma e São Francisco

O fim de semana de blitze integradas da Lei Seca em Minas Gerais terminou com 3.459 motoristas abordados por ações da Campanha “Sou pela Vida, Dirijo sem Bebida”, em 53 municípios de todas as regiões do estado. Cidades até então com pouca rotina de abordagens diferenciadas contra a mistura álcool e direção, como Januária, São Francisco e Várzea da Palma, por exemplo, tiveram motoristas conduzidos por crimes de trânsito, por estarem, segundo teste do bafômetro, com nível de álcool no sangue acima de 0,34 miligramas por litro de ar expelido.

Os flagrados neste crime têm a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) retida, pagam multa de R$ 2.934,70 e sofrem processo criminal.

Neste fim de semana, os profissionais de Montes Claros pararam o maior número de motoristas em blitze: 395 com 4 pegos no bafômetro. Em Januária 2 autuados sem habilitação e 2 acusados no bafômetro. Já em São Francisco 4 estavam sem carteira de motorista, mas, nenhum foi flagrado pelo teor alcoólico no sangue.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *