Réu não comparece, mas Júri é realizado com a presença do advogado

14 anos em regime inicialmente fechado. Esta foi a pena que o Conselho de Sentença instalado no Fórum de Januária, nesta quarta-feira(10), determinou ao réu Edson Rodrigues Roberto, de 36 anos, julgado pelo crime de homicídio.

O fato ocorreu em dezembro de 2004, no Distrito de Pandeiros. A vítima, Fábio Pacheco de Araújo Lima, foi morta após ser atingida por um disparo de arma de fogo. Um detalhe deste julgamento de ontem: o réu não compareceu e o Juiz expediu um mandado de prisão. O advogado do autor compareceu. Por isso, a sessão foi realizada. O próximo júri popular está marcado para o dia 24 de outubro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *